Terça, 24 Julho 2018 09:39

Gestores Governamentais participam de curso sobre desenvolvimento do estado

Escrito por 
Avalie este item
(1 Votar)

 

O 4º curso do I Seminário de Políticas Públicas e Gestão Governamental foi realizado na última sexta-feira (20).

 

 RENATA NEVES

Assessoria AGGEMT

 

Servidores da carreira de Gestor Governamental do estado de Mato Grosso debateram os temas “Estado e Desenvolvimento” e “Incentivos Fiscais”, durante o 4º curso do I Seminário de Políticas Públicas e Gestão Governamental, realizado na última sexta-feira (20), no auditório da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra).

 

Economista formado pela USP, doutor em Desenvolvimento e mestre em Teoria Econômica pela Unicamp e técnico de planejamento e pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), José Celso Cardoso Júnior apresentou as mudanças pelas quais o estado brasileiro passou ao longo dos anos e as novas funções que precisou assumir para atender às novas necessidades da população.

 

Embora tenham sido registradas evoluções ao longo do tempo, como a oferta de educação e saúde pública a todos, por exemplo, o economista afirmou que o Brasil ainda enfrenta problemas de séculos passados, já superados por outros países há muito tempo, e destacou a importância do planejamento para a promoção de uma reforma do estado.

 

“Para que o país consiga dar esse salto de qualidade no sentido do desenvolvimento mais includente, soberano, sustentável e democrático, é preciso reorganizar o estado que a gente tem. Para isso é preciso, em primeiro lugar, recuperar a capacidade de planejamento do estado. Por meio do planejamento, o estado consegue produzir processos de transformação da realidade econômica, social, no sentido da inclusão, da participação e do desenvolvimento”, disse.

 

Na avaliação do economista, o conhecimento e debate sobre o tema é fundamental para atuação dos servidores da carreira de gestor governamental. “Essa carreira de gestor é o coração dos governos porque o comando político do governo muda de 4 em 4 anos, mas quem faz as coisas acontecerem são os servidores e, dentro desse corpo burocrático, a carreira dos gestores é, talvez, a mais importante. É ela que conduz as ações de planejamento, que transforma formulação em realidade, que converte uma ideia em uma realização. É ela que mobiliza as capacidades de recursos desses governos, da sociedade, em uma determinada direção”, afirmou.

 

Leandro Teixeira de Souza, secretário-adjunto de Empreendedorismo e Investimento da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), apresentou dados referentes aos incentivos fiscais concedidos no estado de Mato Grosso.

 

Embora os incentivos fiscais sejam muitas vezes alvos de críticas, o secretário-adjunto afirmou que eles são instrumento de desenvolvimento econômico. “Os incentivos fiscais são propagadores da instalação de indústrias nos estados, enquanto a ausência deles é fator de desestímulo ao investimento”, salientou.

 

Capacitação

 

O I Seminário de Políticas Públicas e Gestão Governamental é promovido pela Associação dos Gestores Governamentais do Estado de Mato Grosso (AGGEMT) e faz parte do plano de capacitação para servidores da carreira elaborado pela atual diretoria. O curso realizado na última sexta-feira é o 4º de uma série de cursos que serão promovidos durante o seminário.

 

A diretora de Estudos e Pesquisa da AGGEMT, Rita de Cássia Volpato, afirma que o plano de capacitação tem o objetivo de contribuir para o desenvolvimento profissional dos gestores governamentais, por meio do fortalecimento da visão estratégica e da reflexão e debate. Por isso, os temas abordados durante as palestras são estrategicamente escolhidos.

 

"Compreender corretamente a realidade e planejar as políticas públicas que irão promover desenvolvimento e bem-estar está no DNA dos gestores governamentais. Nossa casa é a Secretaria de Estado de Planejamento, que tem como missão coordenar o planejamento e a gestão estratégica de políticas públicas. O foco da Seplan é o desenvolvimento de Mato Grosso. Por isso, a palestra do analista do IPEA caiu como uma luva neste momento de crise política, financeira e crise da própria administração pública. Chegou a hora dos gestores governamentais prospectarem as oportunidades, promoverem a reflexão e o debate e articularem os atores para planejar o Mato Grosso que queremos”, frisou.

 

 

 

 

 

Ler 174 vezes Última modificação em Terça, 07 Agosto 2018 11:42

Parceiros

Banner 1
Banner 2
Banner 3
Banner 4
Banner 5
   
: