Quinta, 13 Setembro 2018 11:42

AGGEMT se reúne com candidato a vice-governador Otaviano Pivetta

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

 

Membros da diretoria da Associação dos Gestores Governamentais do Estado de Mato Grosso (AGGEMT) e servidores da carreira se reuniram, na última terça-feira (11), com o candidato a vice-governador Otaviano Pivetta (PDT), que compõe a chapa do candidato a governador Mauro Mendes (DEM).

 

Na ocasião, foi entregue ao candidato uma carta na qual os Gestores Governamentais apresentaram informações sobre a carreira e também oito propostas da categoria para a melhoria da gestão pública estadual.

 

Dentre elas, o fortalecimento de mecanismos de coordenação e governança entre órgãos e entidades capitaneados pelos gestores governamentais de carreira, de forma a permitir o planejamento e o monitoramento de ações e programas governamentais. A classe de servidores reivindica ainda participação nos planos de médio e longo prazo e pede que sejam estabelecidos critérios para nomeações de cargos de confiança.

 

Criada em 2001, a carreira de Gestores Governamentais do Estado de Mato Grosso é composta por 110 profissionais e estruturada em duas áreas de atuação: processos e sistemas de gestão; e gestão de políticas públicas. As principais características da carreira são a transversalidade e a mobilidade, podendo atuar em órgãos e entidades estaduais para o exercício de suas competências legais.

 

“Nossas reivindicações estão alinhadas com os propósitos descritos na carta aberta da Federação Nacional de Carreiras de Gestão de Políticas Públicas que defende, sobretudo, a profissionalização da administração pública”, destacou o presidente da AGGEMT, Umbelino Carneiro Neves.

 

Otaviano Pivetta afirmou que as reivindicações vão ao encontro da forma como sempre atuou nos 20 anos de vida pública, com transparência, austeridade e respeito aos servidores públicos.

 

“Se for da vontade de Deus e do entendimento da sociedade que sejamos eleitos para gerir o próximo mandato ao governo, a primeira coisa que faremos durante o processo de transição é envolver os servidores de carreira num verdadeiro mutirão da mudança para que possamos fazer os ajustes necessários, de forma conjunta, na máquina pública”, disse.

 

Clique aqui para ler a íntegra da carta entregue pela AGGEMT.

 

Clique aqui para ler a íntegra da carta aberta dos Gestores Públicos de Carreira em Defesa do Estado para a efetivação da Cidadania.

 

AGGEMT aberta ao diálogo

 

O presidente da AGGEMT, Umbelino Carneiro Neves, lembrou que a carta será entregue a todos os candidatos ao Governo do Estado e que a associação também está aberta para dialogar com postulantes a todos os cargos eletivos, conforme decisão tomada em Assembleia Extraordinária realizada no dia 10 de Agosto.

 

 

 

 

 

 

 

Ler 28 vezes Última modificação em Terça, 18 Setembro 2018 09:27

Parceiros

Banner 1
Banner 2
Banner 3
Banner 4
Banner 5
   
: