Terça, 29 Outubro 2019 16:56

Amigos prestam homenagem a Tito Fróes

Escrito por 
Avalie este item
(1 Votar)

 

Assessoria AGGEMT

 

Um ser humano de grande coração, um profissional competente e dedicado e, acima de tudo, um grande amigo. Assim os amigos e ex-companheiros de trabalho descrevem Tito Fróes Oliveira Júnior, que deixou a todos no dia 12 de outubro, devido a problemas de saúde.

 

Tito ingressou na primeira turma da carreira de Gestor Governamental, em Mato Grosso, em 2001. Atuou em projetos importantes nas antigas Secretarias de Estado de Planejamento (Seplan) e de Administração (SAD) e, em 2007, foi aprovado em concurso do Governo Federal para a carreira dos Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG).

 

Ágape Coura também ingressou na primeira turma de gestores governamentais e lembra com carinho do amigo Tito Fróes. “O Tito foi um excelente amigo e representante da nossa carreira de gestor governamental, uma pessoa que agregou muito em termos de relacionamento interpessoal, sentido de equipe e era amplamente interessado em todos os temas. Trabalhei com ele no Programa de Modernização de Gestão por alguns anos e pude compartilhar e me apropriar desse conhecimento dele diretamente”, relata.

 

A gestora aponta a felicidade e a energia positiva de Tito como suas principais características. “A energia dele era muito contagiante. Tenho boas lembranças dele, muita admiração e um extremo carinho, porque ele foi muito carinhoso com todas as pessoas com as quais se relacionou e fez isso de forma muito natural. Ele é único. Tenho orgulho de ter sido sua amiga e sinto muito a sua falta”, diz.

 

Ágape ressalta ainda a competência e dedicação do profissional Tito Fróes. “Ele se portava eticamente em todas as circunstâncias, era muito responsável. Por trás daquele espirito brincalhão, sempre feliz, alegre e animador, um excelente comunicador, o Tito tinha muita responsabilidade e uma ética profissional exemplar. Algo que me chama muita atenção é a paixão que ele tinha pela área de gestão de pessoas e por projetos mais ligados ao nível estratégico. Ele é um grande exemplo para todos, deixou marcas por onde passou e contribuiu para o estado em várias vertentes”, conclui.

 

A personalidade cativante de Tito é destacada pela gestora governamental Andréa Regina Gomes Almeida como uma grande qualidade sua. “Tive a oportunidade de conhecê-lo quando ele ingressou na carreira de Gestor Governamental de Mato Grosso e nessa época os laços profissionais fizeram com que eu o conhecesse melhor e passasse a admirar suas qualidades tanto como ser humano, quanto como profissional competente, comprometido, com uma empatia que se estendia a todos com quem trabalhava e também com o público em geral, proativo, sempre disposto a compartilhar conhecimentos profundos em diversas áreas, o que fazia dele um profissional diferenciado. Dentre suas características, eram notórias a simplicidade, a organização no trabalho e entusiasmo com que exercia suas atribuições”, afirma.

 

Em julho de 2017, época em que respondia pela coordenação da carreira de Gestor Governamental de Mato Grosso, Andréa Gomes esteve em Brasília, acompanhada da também gestora governamental Andréia Caldas, para conhecer a realidade da carreira de Especialista de Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG) do Governo Federal. Na ocasião, elas foram recebidas pelo então coordenador-geral de Gestão das Carreiras Transversais (CGCAT) Tito Fróes. Na ocasião, Tito apresentou o modelo de gestão da carreira, feita por meio do Sistema Eletrônico de Informações (SEI).

 

“Ele nos recebeu muito gentilmente e ofereceu suporte técnico para nos auxiliar na reestruturação da legislação da carreira de gestor governamental aqui em Mato Grosso, passando suas experiências no Governo Federal. Na visita técnica, mostrou muita maturidade profissional e expertise em diversas áreas dentro da atuação de EPPGG, orientou sobre formas eficientes de melhor alocação e acompanhamento da atuação de gestores governamentais e enfatizou a importância da manutenção de trabalho em rede para troca de experiências. A visita foi extremamente produtiva porque o Tito nos deu um direcionamento sobre esses temas que serviu de base para formatação de ações com o objetivo de fortalecer a carreira de GG em MT”, conta.

 

Andréa lamenta a morte de Tito e afirma que o amigo deixa muita saudade. “Tenho uma imensa gratidão por ter tido a oportunidade de conhecer esse ser iluminado aqui na terra, mas sei que Deus precisa de pessoas como ele, com capacidade de fazer o bem com alegria, sem pensar em retorno. Tito deixa para nós um legado de um ser humano que lutou muito pelos seus sonhos, que construiu uma trajetória de sucesso profissional e  também realizou o sonho de construir uma família abençoada. Fica o meu sentimento de tristeza pela perda e desejo à família fortaleza de espírito nesse momento tão doloroso da separação”.

 

O gestor governamental Edmar Augusto Vieira também se lembra de Tito com carinho. “O Tito foi um grande amigo. Eu o considerava um irmão. Era de uma alegria contagiante. Gostava muito de reunir os amigos num churrasco. Ele era a liga principal do grupo de gestores da primeira turma que vieram de outras cidades. Mesmo depois que foi para Brasília para ocupar o cargo de gestor federal, continuou cultivando as amizades que deixou em Cuiabá e fazia muita questão de nos receber em sua casa na capital federal”, diz.

 

A visita do amigo a Cuiabá no ano de 2017 é recordada por Edmar como um momento de muita alegria. “Em 2017 o Tito veio a Cuiabá. Ele se hospedou em minha casa e cativou toda a minha família, inclusive as crianças! Nós reunimos seus velhos amigos de Cuiabá, gestores e ex-gestores, num encontro de confraternização na casa dos anfitriões Edna e Wiliam Sampaio. O Tito se emocionou muito com a calorosa recepção que teve aqui. Acho que, de certa forma, sua passagem por Cuiabá deixou marcas profundas em seu coração”.

 

Em sua despedida, o gestor destaca o legado bonito deixado por Tito. “Nós sentimos muito a sua falta, desde quando foi para Brasília. Mais ainda agora, quando parte desse mundo. Acho que o conjunto dos gestores perdeu uma pessoa que em muito ajudava a criar laços entre os membros da carreira, cuidando tanto dos aspectos sociais quanto profissionais, buscando uma carreira mais coesa e estratégica para o Estado. Descanse em paz, Tito! E, onde estiver, continue zelando por nós, como sempre fez”.

 

Ler 302 vezes Última modificação em Terça, 29 Outubro 2019 17:04

Parceiros

Banner 1
Banner 2
Banner 3
Banner 4
Banner 5
   
: