Sábado, 26 Novembro 2016 11:10

Gestores participam de curso de monitoramento de políticas públicas

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Servidores da carreira de Gestor Governamental do Poder Executivo Estadual participaram, nesta sexta-feira (25), de um curso de monitoramento e avaliação de políticas públicas. Com duração de oito horas, o curso foi promovido pela Associação dos Gestores Governamentais do Estado de Mato Grosso (AGGEMT) e ministrado pelo professor e pesquisador Paulo de Martino Jannuzzi. 

 

A complexidade das políticas públicas e a importância de realizar constante monitoramento e avaliação das ações e programas governamentais, tendo como foco a busca de melhores resultados para os cidadãos, foram os principais temas abordados na ocasião. 

 

Paulo Jannuzzi, que é pós-doutor em Estatísticas Públicas e atua como professor do IBGE e da Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), afirma que os programas e políticas públicas precisam ser monitorados e avaliados em todas as suas etapas. 

 

“Precisamos verificar a todo momento se as políticas públicas estão cumprindo os objetivos  para os quais elas foram desenhadas. Se não estamos entregando à população o que deveríamos estar entregando é sinal de que há algum problema em alguma etapa ou processo. As atividades de monitoramento e avaliação são extremamente importantes porque elas nos ajudam a diagnosticar os gargalos em termos de recursos humanos, de orçamento, de equipamentos, de questões institucionais que precisam ser resolvidas para que, de fato, os recursos públicos sejam transformados no maior conjunto de bens e serviços que a população deseja”, explicou. 

 

Como ferramenta para monitoramento,  Jannuzzi apresentou o Mapa de Processos e Resultados, que deve conter informações acerca dos recursos, atividades, produtos, resultados e impactos relacionados ao programa em questão. 

 

“O mapa funciona como se fosse o raio x de um programa. Através dele, é possível indicar os pontos que devem ser objeto de investigação mais detalhada para que o programa se realize com melhor eficácia, eficiência e efetividade”, frisou o pesquisador. 

 

Durante o curso, também foram apresentadas aos servidores informações referentes a fontes de indicadores e métodos de pesquisa qualitativa e quantitativa. 

 

Papel estratégico do gestor governamental 

 

Devido à característica peculiar que envolve a carreira, os gestores governamentais possuem papel estratégico na administração pública. Diferentemente de outros servidores, eles atuam de forma descentralizada em diversas secretarias, executando atividades de formulação, implantação e avaliação de políticas públicas e assessoramento técnico. 

 

Os Núcleos de Gestão Estratégica para Resultados (NGER’s) são um dos diversos setores em que os gestores governamentais atuam. Presentes em todas as secretarias estaduais, os NGER’s foram criados com o objetivo de realizar o monitoramento e avaliação das políticas de governo e a gestão dos sistemas de informação. 

 

Na avaliação da gestora Cristiane Picolin Sanches, responsável pelo NGER da Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan), as informações compartilhadas durante o curso serão importantes para o aperfeiçoamento dos trabalhos que já estão sendo desenvolvidos no estado.

 

“Tratam-se de métodos que focam na utilização de critérios técnicos para avaliação das políticas públicas. Isso facilita a tomada de decisão pela continuidade ou reformulação de determinado programa, sem a interferência de questões políticas”, pontuou. 

 

Flávia Pimenta de Medeiros Calmon, responsável pela assessoria jurídica da Seplan, afirma que o conhecimento acerca dos métodos de monitoramento e avaliação deve ser compartilhado por todos os gestores governamentais, independentemente de sua área de atuação. 

 

“O produto com o qual o gestor governamental trabalha são as políticas públicas, portanto, as atividades de monitoramento e avaliação devem ser colocadas em prática sempre. Esse foi um assunto muito trabalhado durante a nossa formação na carreira, porém, se não o colocarmos em prática e nos capacitarmos com frequência, a tendência é que isso se perca. Por esse motivo, o curso de hoje e os demais que estão sendo promovidos pela associação são muito importantes”, declarou. 

 

Capacitação 

 

A relevância da carreira e a iniciativa da AGGEMT em proporcionar aos associados o acesso a cursos de capacitação foram destacadas por Jannuzzi. 

 

“Essa é a primeira vez que eu recebo convite de uma associação para capacitar servidores integrantes de uma carreira específica. Como gestores governamentais, que ocupam funções estratégicas no governo, é muito importante que eles tenham um olhar mais crítico e consigam detectar os fatores que colaboram e que impedem o avanço dos programas que estão sob sua responsabilidade”, afirmou. 

 

Na avaliação da diretora de estudos e pesquisas da AGGEMT, Janaina Loeffler de Almeida, as informações compartilhadas durante o curso, ministrado por um dos maiores especialistas do país no assunto, foram essenciais para preparar ainda mais os gestores para os desafios inerentes à gestão das políticas públicas. 

 

"Além do aprofundamento em torno de conceitos, técnicas e métodos de monitoramento e avaliação, o curso também proporcionou uma troca de experiências práticas, somadas aos modelos trazidos pelo professor Jannuzzi", avaliou. 

 

Regiane Berchieli, que atua como secretária-adjunta de Cultura, ressaltou a importância do aprimoramento das ferramentas práticas de monitoramento. “O curso apresentou ferramentas e materiais de pesquisa que podemos levar para as áreas finalísticas, articulando a melhoria desses processos na administração como um todo”. 

 

“O acompanhamento das políticas públicas é o ponto que exige maior atenção por parte do governo. Por isso, cursos como esse promovido hoje pela AGGEMT só enriquecem a atuação dos gestores e, consequentemente, os resultados alcançados”, frisou Uirá Escobar Alioti, que atua na Superintendência de Formulação, Monitoramento e Avaliação da Seplan. 

 

A oferta de cursos de qualificação é uma das medidas previstas no plano de ação da Associação dos Gestores Governamentais do Estado de Mato Grosso (AGGEMT) e também integra a agenda de atividades em comemoração aos 15 anos do ingresso da primeira turma de gestores governamentais em Mato Grosso.

 

 

Assessoria de imprensa AGGEMT 

Ler 103 vezes Última modificação em Quinta, 16 Março 2017 10:05

Parceiros

Banner 1
Banner 2
Banner 3
Banner 4
Banner 5
   
: