Quarta, 19 Julho 2017 16:14

Gestores Governamentais de MT buscam experiências no Governo Federal

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

O objetivo da visita foi conhecer a realidade da carreira de Especialista de Políticas Públicas e Gestão Governamental e trazer experiências positivas para o estado.

 

RENATA NEVES

Assessoria AGGEMT

 

A coordenadora da carreira de Gestor Governamental de Mato Grosso, Andréa Regina Gomes Almeida, e a diretora administrativa e financeira da Associação de Gestores Governamentais do Estado de Mato Grosso (AGGEMT), Andréia Auxiliadora P. Caldas, estiveram em Brasília no dia 4 de julho para conhecer a realidade da carreira de Especialista de Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG) do Governo Federal.

 

No Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, as gestoras foram recebidas pelo Coordenador-Geral de Gestão das Carreiras Transversais (CGCAT) e ex-Gestor Governamental do Estado de Mato Grosso, Tito Fróes Oliveira Júnior.

 

Embora a nomenclatura seja diferente, a carreira do Governo Federal se assemelha à de Mato Grosso no que se refere às funções desenvolvidas e outras particularidades. O tempo maior de existência da carreira de EPPGG e as diferentes experiências, no entanto, conferem a esta mais maturidade em alguns quesitos.

 

“Agendamos esse encontro porque percebemos que a carreira de EPPGG está mais consolidada em algumas questões. Nosso objetivo foi conhecer as experiências exitosas para trazê-las a Mato Grosso, adaptando-as à nossa realidade”, explicou Andréa Gomes.

 

Na ocasião, Tito Fróes apresentou o modelo de gestão da carreira, feita por meio do Sistema Eletrônico de Informações (SEI). Com a ferramenta, as solicitações diversas sobre a carreira, que antes previam a necessidade de envios de expedientes ou comparecimento pessoal para a entrega de documentos, passaram a ser realizadas a partir de petições eletrônicas, facilitando a comunicação entre ministérios, secretarias e servidores.

 

A plataforma digital permite que os órgãos públicos acessem os serviços de “movimentação de servidores” e “processos seletivos de EPPGG”. Já os servidores têm acesso direto aos itens “equivalência de cursos para promoção nas carreiras” e “requisição de férias para servidores em trânsito”.

 

“Para os órgãos demandarem um gestor, eles preenchem um formulário no próprio site e o coordenador valida se a demanda está alinhada com o real papel dos servidores da carreira”, relatou Andréa Gomes.

 

A diretora administrativa e financeira da AGGEMT, Andréia Caldas, destacou a importância da ferramenta. Segundo ela, a lotação de gestores governamentais em Mato Grosso ainda é um item que necessita de maior detalhamento.

 

“Nossa carreira tem como característica própria a mobilidade. Os gestores governamentais são lotados na Secretaria de Planejamento, mas têm atuação descentralizada. No entanto, aguardamos publicação do decreto elaborado com apoio do comitê consultivo da carreira para normatizar nossas competências e as questões relacionadas à lotação dos servidores”, disse.

 

Capacitação

 

A grande oferta de cursos de capacitação aos Especialistas de Políticas Públicas e Gestão Governamental foi um dos itens que mais chamou a atenção da representante da associação mato-grossense.

 

“Os EPPGGs são amplamente reconhecidos pelo trabalho que desenvolvem e esse reconhecimento foi alcançado devido à qualificação que eles possuem. Para realização dos cursos, a coordenação da carreira recebe total apoio do Ministério do Planejamento”, contou Andréia Caldas.

 

Após conhecer a realidade do estado vizinho, Andréia disse que a AGGEMT irá apoiar a coordenação da carreira a buscar parcerias para trazer mais cursos a Mato Grosso.

 

“Nosso próximo passo será buscar o fortalecimento da parceria entre a associação, a coordenação da carreira e a Secretaria de Estado de Planejamento para viabilizar a oferta de cursos de capacitação aos gestores governamentais”.

 

Legislação

 

Outra característica destacada pela coordenadora da carreira de Mato Grosso, Andréa Gomes, é o avanço no que se refere à legislação que rege os servidores do Governo Federal.

 

“A carreira de EPPGG tem 26 anos e apresenta uma normatização forte, eficaz, que regulamenta toda a mobilidade dos gestores, seja por decreto, portarias ou instruções normativas. Percebemos também uma maior clareza em relação às competências dos servidores”, observou.

 

Balanço

 

Conforme Andréa Gomes e Andréia Caldas, as informações colhidas junto ao Governo Federal servirão de base para formatação de ações com o objetivo de fortalecer a carreira de Gestor Governamental em Mato Grosso.

 

“A visita técnica foi muito positiva e irá nos auxiliar a trabalhar na elaboração de uma legislação mais estruturada, com decretos, portarias e instruções normativas tratando de vários assuntos relevantes para a carreira. As experiências relacionadas à gestão da carreira e a adoção de um sistema eletrônico também serão levadas em consideração”, informou Gomes.

 

 

 

 

Ler 52 vezes Última modificação em Segunda, 24 Julho 2017 15:53

Parceiros

Banner 1
Banner 2
Banner 3
Banner 4
Banner 5
   
: